Pesquisar este blog

sábado, 5 de outubro de 2013

Despesca Bagre Africano Piscicultura Polettini

Bagre Africano Juvenil para Engorda







 Bagre africano 
• Nome científico: Clarias gariepinus. 
• Origem: África. 
• Utilização: fornecimento de carne. 
• Água: bem adubada para os alevinos com até 15cm 
aproximadamente; suportam águas com baixos teores de 
oxigênio dissolvido. 
• Temperatura: ideal de 27o
C.  9
• Alimentação: carnívora e zooplanctônica; aceita ração 
peletizada. 
• Iscas: massas feitas à base de ração de peixe, miúdos de 
frango (coração, fígado, intestino), camarão descascado, 
insetos vivos, filés de peixe e pequenos peixes vivos ou 
mortos. 
• Reprodução: lóticos (ou reofílicos, não se reproduzem 
naturalmente em viveiros). 
• Vantagens: pode ser cultivado em altas densidades; bastante 
rústico. 
• Deficiências: predador de outros peixes e pratica canibalismo; 
é um peixe que apresenta limitações, pois devido ao fato de 
serem extremamente rústicos e terem a capacidade de sair 
fora d'água e "caminhar" de um viveiro para o outro podem 
fugir para a natureza e causar grandes estragos nas 
populações de peixes nativos, pois são muito vorazes. 
Atualmente é proibido o seu cultivo em alguns estados do 
território nacional. 
• Observações: podem permanecer longos períodos fora da 
água, com a pele hidratada e também em viveiros com baixo 
teor de oxigênio, pois apresentam respiração facultativa, 
através de órgãos arborescentes. Pode chegar a 1kg em 10 
meses e pode ser criado com peixes forrageiros, como a  10
tilápia, para diminuir o canibalismo. Densidade para engorda 
de 5 peixes/m2